Paróquia São Charbel de Guarulhos

PÁROCO: Padre Antonio Bosco da Silva, sacerdote bi-ritual da Diocese de Guarulhos
Diácono Luís Carlos da Silva, da Eparquia Maronita do Brasil.

TRAÇOS HISTÓRICOS E ATIVIDADES PAROQUIAIS

A Paróquia Maronita São Charbel de Guarulhos, SP, foi instalada aos 28 de março de 2006, em solene celebração eucarística no rito maronita, presidida por D. Joseph Mahfouz, no Santuário São Judas Tadeu, Diocese de Guarulhos, na presença do bispo Diocesano, Dom Luiz Gonzaga Bergonzini, do seu vigário Geral, Padre Pedro Paulo de Jesus; estiveram também presentes o Padre Michel Sakr, maronita, e vários padres e seminaristas da Diocese de Guarulhos, além de autoridades civis, como o Prefeito Municipal de Guarulhos, Sr Sebastião Almeida, da deputada federal Janete Pietá, do Cônsul Geral do Líbano, Sr Joseph Sayah, representantes da Liga São Charbel, de São Paulo, muitas famílias maronitas residentes em Guarulhos e nas redondezas e mais de mil fiéis. Na ocasião, foi empossado o primeiro pároco, Padre Antonio Bosco da Silva, sacerdote diocesano de Guarulhos, responsável à época pelo Santuário São Judas Tadeu.

A formação da nova paróquia somente foi possível graças à benevolência e sensibilidade dos bispos citados, além da disponibilidade do pároco, Padre Antonio Bosco, que teve contato pela primeira vez com o rito e a Igreja maronita, em 15 de agosto de 2005, durante missa celebrada pelo Mons. Rubens Miraglia Zani, que explicou ao referido padre como proceder com relação à criação da paróquia pessoal maronita. 
O bispo de Guarulhos à época, Dom Luiz Gonzaga Bergonzini, cedeu gentilmente a Igreja Sagrado Coração de Jesus, uma construção histórica da cidade, para ser a sede da paróquia pessoal. Assim, em 02 de abril do mesmo ano, o Padre Antonio Bosco celebrou a primeira missa no rito maronita, com significativa participação dos fiéis. 
Em 23 de julho de 2006, foram entronizadas solenemente as relíquias de São Charbel.

Aos poucos, a paróquia foi organizada pastoralmente: pastoral da liturgia e canto, coroinhas, ministros extraordinários da comunhão, catequese de crianças, jovens e adultos, dízimo, acolhida, equipe de preparação ao batismo, equipe de limpeza e sacristia, secretaria paroquial, casa de Maria, grupo de oração, artesanato e equipe de festas.
Em 15 de julho de 2007, Dom Edgard Madi realizou sua primeira visita pastoral à paróquia, estimulando a comunidade a perseverar no seguimento de Jesus e na vivência das tradições maronitas.

Em janeiro de 2012, as Irmãs da Fraternidade Arca de Maria passaram a residir na casa pastoral, sendo acolhidas pela Paróquia e cooperando em algumas atividades pastorais.
Em outubro de 2012, a Paróquia ganhou seu primeiro diácono permanente, Dc. Luís Carlos, cuja vocação surgiu e foi discernida na comunidade local.

  • A presença da paróquia maronita em Guarulhos é uma riqueza para a Igreja local e uma forma eficaz de presença oriental católica no Brasil, assegurando assistência espiritual e pastoral, não somente para as famílias de origem maronita, mas também para muitas pessoas que se identificaram com a tradição maronita. A paróquia mantém contato direito com mais de cinqüenta famílias de origens maronitas, mas se sabe da existência de mais de 200 famílias residentes em Guarulhos, sendo, portanto, urgente, o trabalho missionário.
    Além das pastorais acima referidas, a Paróquia oferece atualmente as seguintes atividades:
  • Missas no rito maronita: domingo, às 11h30, quarta-feira e sexta-feira, às 15h.
  • Novena de São Charbel: Domingo, 11h
  • Novena de Nossa Senhora Desatadora dos nós: quarta-feira, 14h30
  • Grupo de oração: quinta-feira, 15h
  • Cenáculo de Nossa Senhora: sexta-feira, 16h
  • Secretaria paroquial e livraria : de segunda a sexta-feira, das 14 às 18h.
  • Bênção nas casas e atendimento aos enfermos: conforme solicitado.